terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Najla Raja....



Hoje vou bater um papo com ninguém menos que a super Najla Raja,do Rio de Janeiro que é diretora,atriz,professora..enfim multifacetada.
Najla, me fale um pouco de como começou sua carreira?
Desde cedo a arte me fascinava.Comecei estudando piano e dança...daí pulei do clássico para o jazz, e rapidamente para o contemporâneo, fui parar no movimento harmônico, isso foi um pulo para o teatro.Meu primeiro curso foi com Marcio Luiz diretor do teatro vida, um trabalho maravilhoso, com estagio para ator, muito improviso, cenas do cotidiano, argumentos fortes, lá descobri que queria ser atriz e resolvi fazer Artes Cênicas, estudei com Wolf Maia, Tizuka Yamazaki, fui parar na UNI –RIO, onde fiz licenciatura plena. Me entreguei totalmente , daí nunca mais parei de trabalhar, e também de estudar, estudo até hoje ,sempre que posso faço cursos, acabei virando atriz, diretora e professora de teatro.
Sua peça atual O baile foi um grande sucesso no Rio,depois foi para São Paulo e agora está reestreando no Rio...Qual o segredo de tanto sucesso e de casa cheia todas as noites com tantos espetáculos rolando ao mesmo tempo?
Acho que são vários fatores, o argumento é maravilhoso, conta a nossa história, fala do nosso Brasil, A peça é uma criação do diretor francês Jean-Claude Penchenat, do Théâtre du Campagnol, é a mesma que deu origem ao filme homônimo de Ettore Scola, a nossa montagem brasileira, reúne 20 atores, alem de um quinteto musical e mais de 150 figurinos . No elenco estão, Adriana Nogueira, Alice Borges, Anna Cláudiah Vidal, Antonio Negreiros, Beth Lamas, Carlinhos de Jesus, Charles Fernandes, Cláudia Mauro, Claudio Lins, Claudio Tovar, Édi Botelho, Édio Nunes, José Paulo Correa, Luciano Quirino, Marcos Ácher, Maria Salvadora, Najla Raja, Patricia Carvalho-Oliveira, Sandra Pêra , Tássia Camargo .Contamos quatro décadas da história do Brasil.O elenco é fabuloso, e a direção é do maravilhoso José Possi Neto, ele é simplesmente fantástico. È teatro-dança, técnica que ele domina de forma encantadora.
Além da grande atriz e diretora que voce é ainda é professora do Sated/RJ..aonde arruma tempo e disposição para tudo isso?
Você sabe muito bem que viver de arte nesse país não é fácil, principalmente quando não se é ator de Tv, e sim de teatro. Não fazer parte da mídia não é fácil, tenho que dar aulas, que aliás eu amo de paixão e também dirigir vários espetáculos, inclusive os comercias, só assim consigo sobreviver da arte .Tenho que arrumar tempo sempre e disposição é o que não falta quando o assunto é trabalho, pois amo o que faço.
Najla, voce trabalha com grandes nomes e eu terei a honra de ser dirigida por voce em breve no espetáculo Um ateu zoneando o paraiso de Carlos Corde...Sei que voce é super exigente com seu elenco...qual o seu método de trabalho?O que a torna a profssional respeitada que é?
Na verdade não tenho nenhum método específico, cada elenco rola de uma forma diferente, tudo depende da proposta, do texto, e claro, do meu surto em relação a idéia do autor.De uma forma geral dou muita liberdade aos atores, desde que o façam com disciplina e profissionalismo, adoro criação coletiva, não tenho medo de ouvir idéias e sugestões, muito pelo contrário, de um modo geral faço muito improviso antes de partir para o texto.Trabalho a intimidade entre os atores e familiaridade com o texto.
Qual a sua parceria com a Tassia Camargo,Monique Lafond?voces trabalham com workshop ? como podem ser contratados?qual a duração do curso?
A Tássia Camargo, assim como a Monique Lafond, são amigas há mais de 20 anos, já percorremos vários estados do Brasil ministrando cursos e workshop. Normalmente nos chamam para dar aulas e levamos nossos cursos que são bem elaborados, sérios e por isso, muito procurados. A duração depende do contratante e dos alunos , temos opções variadas para cada situação, fazemos isso sempre , temos alunos espalhados por todo canto, isso é bem legal. Quanto a contratação, é só nos procurar que enviamos as possibilidades de realização do curso.
Em O baile fiquei impressionada com a qualidade do cenário...sei o custo de tudo isso por produzir as peças da minha CIA Tok de Arte.Sei bem da dificuldade de conseguir patrocinios...como foi o processo de montagem? quanto tempo levou? Como foi feita a escolha do elenco?
A Tássia é a produtora da peça, ela demorou 7 anos para montar O Baile, entre pesquisa, liberação, captação, seleção de elenco, e equipe,finalmente nos tivemos patrocínio da Petrobras. Quem selecionou o elenco foi o próprio diretor,José Possi, junto com a sua assistente Marilia Araújo.Foram quase quatro horas de testecom cada turma , para a escolha dos atores da peça.
Quer me falar um pouco de voce?
O que tenho a dizer sobre mim é que eu sou realmente apaixonada pela arte, e pelos prazeres que ela proporciona. Faço tudo com muito amor e seriedade, e tenho muita gratidão por isso , me sinto privilegiada em trabalhar no que me da muito prazer.
Najla, no nosso meio temos um problema para lidar com "egos"...como voce lida com isso? o sucesso pra voce é visto de que maneira? qual sua relação com o seu publico?
Eu tento administrar o meu da melhor forma possível, quanto aos parceiros de trabalho, de uma forma geral acho que dou sorte, nunca tive grandes problemas, nem dirigindo e nem contracenando, me dizem que tenho bom jogo de cintura, deve ser mesmo. Não sei falar de sucesso ,pelo menos do meu, no nosso pais só faz sucesso quem esta na mídia, eu nunca estive, fiz pouquíssima coisa em Tv. Tenho muito carinho e respeito com o publico, tenho a consciência que é dele que depende a nossa alegria e retorno.
Quais os projetos para 2008?
O Baile vai estar em cartaz em todo 2008, porem quero também dar inicio a uns projetos de direção, tenho alguns convites para dirigir alguns espetáculos, vou estudar com calma a melhor proposta, vejo desde texto, produção e principalmente a captação de cada espetáculo.
Fale-me sobre a Oficina de Criação da casa dos Artistas que você dirige.
Adoro esse trabalho, já o faço a uns 8 anos junto com meu amigo diretor Cláudio Filiciano, damos aula gratuitamente pra pessoas da terceira idade, vem gente de todos os bairros do Rj, montamos em média 4 espetáculos por ano, o Stepan Nercessian é padrinho da Oficina. Além dos espetáculos teatrais que tem em média 80 pessoas em cena, eu e Cláudio temos uma parceria de teatro empresa. Temos vários clientes .
A empresa nos contrata e montamos a peça a fim de treinar seus funcionários ou divulgar seus produtos.Nesse caso, alem de diretora ainda damos uma de autores , pois temos que escrever todo o texto de acordo com o objetivo do cliente.
Pra quem quiser conferir esse trabalho temos um site:
http://melhoridade.multiply.com/
http://teatronasempresas.multiply.com/
http://www.najlaraja.com/

Amigos, não percam esta super produção que volta agora no Teatro João Caetano e nem tem desculpa..fica 2008 inteirinho em cartaz.

Obrigada,Najla...desejo muito sucesso a voce e a todos do elenco.Aguardo ansiosamente nosso trabalho ...será uma honra ser dirigida por uma profissional do seu nivel.


Claudia Cozzella