quinta-feira, 30 de abril de 2009


Já dizia Chico Buarque "Tem dias que a gente se sente como quem partiu ou morreu..." já ouviram?
Não tem explicação...é simplesmente um desanimo,uma tristeza profunda que rasga nossa alma e o dia fica cinza.
Hoje recebi do escritor Diego Gianni um texto assim....sei que muita gente se sente só no mundo de hoje mesmo rodeado de gente...
Por isso posto este texto...que fala de mim,de voce e de muita gente.
Beijos e bom final de semana.
Clau

Coisas que sinto

Sinto saudades de algo que não sei o que é. Sinto e não sei definir.
Eu sei, é complicado como livro de física quântica escrito em mandarim para cegos...mas é assim que as coisas costumam funcionar pra mim.
Transformo uma gota num oceano, um poodle em um lobo selvagem e um carinho numa grande paixão.
Olho para o chão em busca de formigas e me acho um gigante...olho para as estrelas e me sinto apenas a poeira delas.
Vejo as pessoas e consigo no mesmo instante enxergar cada uma delas por dentro...olho para o espelho e não sei quem eu sou.
Adoro ler, mais ainda escrever...nos dias em que estou triste, escrevo textos engraçados...quando me sinto bem, escrevo coisas que fazem os outros chorar.
Se em algum dia brigo com a vida e acho tudo sem sentido, no outro fico maravilhado por fazer parte dela.
Se me acho normal até demais, meus amigos têm a convicta certeza de que sou louco. Pacífico até que se prove o contrário, mas louco de rasgar dinheiro.
Dou grande valor às coisas simples e não ligo a mínima para coisas imensas que fazem as pessoas atropelarem umas as outras. Tudo vira pó.
Choro pelas coisas que nunca me fizeram rir, nunca rio das que fazem os outros chorar. Gosto de dar presentes, fico sem graça de recebê-los.
Discuto religião, jamais discuto a fé. Cada um na sua.
Prefiro a noite ao dia, apesar da noite trazer a melancolia. Tudo bem. A lua vale à pena.
Ainda acredito no amor, nem que seja em uma outra vida. Eu espero.
Sinto saudades. De ir, de voltar, não sei. É complicado.
Às vezes me fecho tanto que não sei se vou voltar um dia. Mas então o sol nasce mais uma vez e tudo parece estar bem...até que me lembro que o sol nunca nasce.
É a Terra que se põe.

Diego Gianni

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Paulinho (que de ) Mixaria ( não tem nada)




Bom dia,gente linda...
Ontem conforme divulguei estive no Teatro Guaira assistindo (novamente) o artista Paulinho(que de ) Mixaria (não tem nada)...
Da mesma maneira que disse em dezembro que ele é show reafirmo aqui com todas as letras.
É de doer de rir...
Piadas novas,novos "causos"...foram mais de 2 horas de diversão sadia e para toda familia poder aplaudir.
Crianças,crianças da terceira idade,jovens,casais,solteiros..todos se divertiram muito.
Ele contou um "causo" que eu(com minha rapidez de raciocinio por causa da minha chagada de Foz - ainda não recuperei as horas de soninho) muito bom - entre tantos.
Contou que foi pegar uma informação lá no Rio Grande do Sul e falaram para ele pegar a Bri0l...e que ele levou seculos para descobrir que era a BR 101...
depois contou o causo do Sagu...gente, eu JURO que era apaixonadapor sagú mas depois da historia vou repensar...nunca tinha imaginado que o Sagu era um doce alienigena...que voce pega uma colherada e ele se recompõe sozinho....já repararam nisso?
Paulinho Mixaria reparou...e agora eu também e as 2100 pessoas(em média) que lotaram ontem o teatro Guaira em Curitiba.
Se ele estiver passando por sua cidade não deixe de ir ver.
André Pires,seu produtor e o irmão dele,Bartira Jorge,são super simpáticos..o Bar-tira(devido a manguaça) é o escada da peça...parece meio "mongo" - tadinho - suportando as indiretas diretas de Mixaria mas de mongo também não deve ter nada...
Show...parabéns,Paulinho pela simpatia,carisma..
Obrigad apelas risadas que nos proporcionou..
e que viva o bom humor!!

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Chegamos de Fozzzz....






OI,meus lindos...voltei de Foz do iguaçu.
As apresentações foram otimas...lotou o teatro...muito bacana mesmoooo.
Estou postando fotos para vcs verem.
Mas é tão puxado o trabalho...imagina que saimos de Curitiba as 20hs na sexta feira..são 11 horas de viagem(Quando não se é da Globo vai de onibus mesmo)..mas tudo bem...tinha 2 bebes no onibus...resultado: não dormi nada....cheguei lá feito um zumbi e pensei: vou descansar umas 3 horas antes de ir pro teatro...
Sonho meu...o hotel estava passando por reformas e foi uma bateção sem fim...nada de dormirmos de novo.
Almoçamos ,fomos para o teatro e montados tudo...as 18 hs fomos pro hotel tomar um banho ,jantamos e as 20 hs estavamos(quase)prontos..
Encaramos 2 apresentações seguidas sem dormir...chegamos no hotel por volta de 1 da manhã e desmaiamos...as 6 horas já estavamos de pé e a caminho da rodoviaria.
Chegamos em Curitiba as 17.30hs e pronto: mais um trabalho bacana e bem realizado.
Voltaremos lá ainda em maio para mais 3 apresentações.
Depois conto data e tal.
Bom,na sessão relax fui ao cinema ontem assistir Presságio...genteee....maravilhoso...vale a pena ir...
Eu vou comprar quando sair em DVD parapoder rever...
Se voce puder ir ..vá..com Nicolas Cage...super bacana para quem curte suspense e acredita como eu em outros mundos.
Ah,hoje de noite,as 21hs tem Paulinho Mixaria no Teatro Guaira...eu estarei lá...
Um beijo grande,boa quarta pra voces..
Clau

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Não tem como não comparar...desculpa aí..


Oi,gente…bom começo de semana.Ontem fui assistir um concerto de musica classica para gravar para o meu programa de TV.
Ao viver aquele momento único e pensar em quantos anos de estudo aquels músicos tiveram que ter para estar naquele palco pedi ao escritor Diego Gianni que escolhesse algumas múscias do repertório nacional e fizesse uma análise sobre elas.
Vou postando aos poucos…veja a primeira análise sobre uma das nossas canções ..aquelas que nossas crianças crescem ouvindo….vamos lá?
A eguinha pocotó
Depois de muito estudo, resolvi fazer uma análise a respeito da famosa e deslumbrante canção da eguinha pocotó.
Mesmo sabendo que os leitores mais sensíveis irão se emocionar e chorar de soluços, antes de tudo irei colocar a letra desta música estupenda para logo em seguida tentar (eu disse “tentar”) fazer uma tese dela, mesmo com minha tão limitada inteligência:
“Vou mandando um beiinho
pra filhinha e pra vovó,
só não posso esquecer da minha eguinha pocotó”.
Pocotó, pocotó, pocotó, pocotó,
minha eguinha pocotó”.
“O jumento e o cavalinho,
eles nunca andam só,só não posso esquecer
da minha eguinha pocotó”.
Lindo, não? Sem sombra de dúvida uma das letras mais belas já escritas no nosso idioma, quiçá do mundo. Vamos analisar primeiramente o comecinho do primeiro verso:

“Vou mandando um beijinho
pra filhinha e pra vovó”.

O que o poeta quis dizer com estas palavras? Que devemos ser carinhosos com todas as gerações. Você não pode beijar sua filha e ignorar sua avó, ou beijar sua avó e ignorar sua filha. Esta disparidade de tratamento certamente discorreria numa mágoa muito grande para uma das partes, talvez ambas. Não sei.
Prosseguindo a análise:
Só não posso esquecer
da minha eguinha pocotó”.

Falando de uma maneira muito pessoal, posso dizer que este é o verso do poema que mais mexe comigo. Cada vez que o leio, aprendo alguma coisa.
Quer dizer, a pessoa acaba de beijar a avó e a filha, e ainda tem espaço suficiente no coração para não esquecer um pobre animal. Eu jamais teria tanta generosidade.
O que nos leva ao próximo trecho da canção, uma sutil homenagem do poeta, mais uma vez, ao pobre bichinho:

“Pocotó, pocotó, pocotó, pocotó,
minha eguinha pocotó”.

“Pocotó” é mais ou menos o som que esta simpática criaturinha de Deus faz ao trotar pela estrada da vida. Conseguir acomodar este som no meio de um poema é dificílimo.
E como se não bastasse tanta emoção, a música finaliza com chave de ouro:
“O jumento e o cavalinho,
eles nunca andam só,
só não posso esquecer da minha eguinha pocotó”.
Quanto sentimento, meu Deus do céu!
No último verso, como podemos observar, é descrita com muita sensibilidade a relação afetuosa de um jumento e um cavalo.
Eles jamais se separam. Jamais. O poeta deixou isso bem claro quando usou a palavra “nunca”.
Andei estudando e descobri que “nunca” e “jamais” são sinônimos.
Curvo-me diante de tanta genialidade. Jamais, nunca, de forma alguma voltarei a escrever poemas, pois sei que nenhum deles ficará tão bom quanto a letra desta música.
Numa única letra conseguir falar de amizade, respeito pelas gerações e amor?
Não é pra qualquer um.
Diego Gianni


Eeeee Brasil!!!!!!!!

Bom feriado...estamos indo pra Foz do Iguaçu para nos apresentarmos no Teatro Iguassu Boulevard dia 18/04 as 20 e as 22hs...apareçam.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Os meus 6 cuidados




Olá....como foram de páscoa? coelhinho trouxe bastante chocolate?
O meu trouxe..ME SEGURAAA,gente....senão caio de boca mesmo.....
Bom, final de semana foi bacana...recebemos um casal de amigos de São Paulo ,fizemos um tour com eles ,comemos em lugares bacanas todos os dias....foi bem legal.
A única coisa chata é meu cachorrinho que não está bem desde sábado...como eu amo meu pequininho...é tão triste ve-lo assim para baixo...
Voces acreditam em energias negativas?
Eu acredito que foi isso que aconteceu com ele....uma pessoa ,sem maldade,claro, esteve conosco em casa e ele estava ótimo.
Ela perdeu o cachorrinho dela há pouco e está sofrendo muito...foi só ela olhar para ele que derrubou ele....impressionante.
Falamos com a veterinária duas vezes e ela me disse que isso pode ser possivel pois os animais tem uma percepção muito maior que a humana e capta as energias.
De qualquer forma eu jurei a mim mesma que não levo mais ninguém em casa tão cedo.....cruz -credo- saravá - meu -pai.´
Sei que não foi por mal e nem com a intenção de magoar mas ...sei lá...lembra daqueles que falam:
"Não creio en las bruxas...mas que elas hai...hai"
Ou seja:
"Não creio em bruxas...mas que elas existem...existem"
Por isso utilizo na minha vida os 6 cuidados:
"Cuidado com o que vejo
Cuidado com o que como
Cuidado com o que penso
Cuidado com o que sinto
Cuidado com o que ouço
Cuidado com o que desejo"
Amanhã finalizo o nosso programa Acontece Curitiba e lembro que este próximo final de semana estaremos em Foz do Iguaçu,no Teatro Iguassu Boulevard em 2 apresentações no sábado dia 18 de abril
Um beijo grande,fiquem com Deus e usem os 6 cuidados básicos no teu dia-a-dia.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

O meu domingo foi no "campus"..






Bom começo de semana,galera.
Ontem fomos gravar no Teatro Positivo um concerto a 4 mãos...coisa muito dificil de fazer...eu que sou musica formada sei o quanto precisamos de concentração para tocar uma obra..imagina dividindo o teclado com uma segunda pessoa....com mais 20 dedos...tem que ser bom ...e foi.
Consegui me transportar em algumas musicas para outro espaço de tão beme xcecutada que foi: Brahms,Mozart,Grieg e Debussy....
os musicos Eula Ferrer e Hideraldo Grosso são extremamente profissionais.Ao terminar o concerto fui ao camarim
tirar fotos para podermos ilustrar este artigo.
Antes conversamos com o Maestro Martinho Lutero Klemann....surpresa agradavel ao ver que ele foi aluno do meu tio,o maestro Damiano Cozzella...ele ficou bastante emocionado em saber e conversamos um pouco sobre isso.
O Martinho Lutero é o coordenador atual deste projeto Domingo no campus que acontece aos domingos no Teatro Positivo desde 2005.
Me surpreendi com a quantidade de publico.Tem muita gente que curte musica erudita...tinha crianças,jovens,terceira idade....é foi bacana ver como o pessoal se produz para ir assistir a um concerto mesmo sendo as 11hs da manhã....tiinha muita mulher de vestido longo..
Também lá eles apresentam exposições..ontem havia várias fotos em preto e branco (que eu adoro) e conversamos que isso antigamente era um evento....pelas poses e vestuário se percebe que as pessoas realmente se produziam para ir tirar uma foto...Não como agora com as digitais..não gostou apagou.Era algo que se perpetuava...adorei.
bem, caso voce queira informações sobre esses concertos entre em contato com o Teatro Positivo ou acesse pela internet www.teatropositivo.com.br
No dia 26 de abril as 11hs da manhã terá O barbeiro de Sevilha...se puder compareça.
Bem, também fechei nossa nova ida para Foz do Iguaçu com a comédia "Dez razões para Não ir ao teatro"..Estaremos fazendo duas apresentações no sábado dia 18 de abril as 20 e as 22hs.Caso esteja por lá vá nos ver no Teatro Iguassu Boulevard.Se´rá nossa quinta apresentação por lá...será feriado de Tiradentes e quem sabe voce resolva ir passear nas cataratas(que é o lugar mais lindo que já vi na vida).
Creio que por hora é isso...
Estaremos sempre buscando coisas bacanas da cidade para ir divulgando para voces no nosso programa Acontece Curitiba.
Um beijo grande e até breve.
Clau

quarta-feira, 1 de abril de 2009


Olá...
Aqui estou de volta com as ultimas novidades..
Este domingo estaremos gravando no Teatro Positivo as 11 da manhã...quem estiver por aqui aparece por lá...depois eu posto fotos e conto como foi.
Também farei algumas gravações em estudio e finalmente terminamos nosso primeiro programa...genteeeee,que trabalho que está dando ..mas vai ficar tãooo legal que vai valer a pena cada noite não dormida,cada preocupação,cada detalhe.
Devo muito a minha equipe que é super bacana..Kellyn,Kelly,Ronaldo,Flavio,Dieguito...sempre presente me dando força...
Hoje é dia de aniversario da minha mãe....73 aninhos....que viva muitooo tempo e continue com essa força e este exemplo de coragem que ela tem...já passou por 2 AVCs,ficou cheia de sequelas...mas está sempre sorrindo e feliz.Aliás,preciso falar disso.
Minha mãe antes dos derrames era tãoooo chata..voces nem tem noção...implicava com tudo e todos..sempre reclamando,procurando defeitos,me criticando e a todos ao seu redor.
Dai veio o primeiro derrame...eu pensava que seria como uma cirurgia seria do coração que ela tinha feito...tipo ia ter alta e tudo voltaria ao normal..Não sabia que as sequelas de um Acidente vascular Cerebral eram tão devastadoras.Ela não anda,não fala direito.E a personalidade dela mudou em 1000000 por cento.Ficou mais alegre,amigavel, sempre sorrindo para tudo e todos .Qualquer ato nosso de atenção para com ela vira uma festa.Mes que vem ela e meu pai fazem 50 anos de casados...CINCOENTA... te pergunto:
Por que as pessoas precisam ficar tão próximas a morte para dar valor a vida?
Por que só valorizamos as coisas após perdermos?
Gente,vamos acordar e amar muito.Dizer palavras bacanas para as pessoas que gostamos...porque de uma hora para outra: PUFF
E tudo se vai.
Estou feliz também porque uma das matérias que postei virou noticia no plugmania.com.br e porque estou concorrendo como o melhor blog pelo site da Globo(veja se vota em mim lá,ne?)
Ah,outra boa noticia é que o Carlos Casagrande(Rede globo) falou do nosso filme Legion do Isaac Huna - que ele também participará - eu farei também)...segue o link da revista Caras:
http://www.caras.com.br/edicoes/803/textos/10471/
Beijos,fiquem com Deus,ótima semana...e vamos em frente que atrás vem um monte de gente.